Conversa Menos é Mais

O que eu já fiz e pretendo fazer para economizar dinheiro

Fim do ano chegou e é chegada a hora de pensar nas metas de 2018.

Uma meta que já comecei agora em 2017 foi o de economizar grana. Então comecei a ler blogs, sites e artigos sobre economia, poupança, investimentos…

Olha, esse definitivamente não é um assunto que eu entenda com facilidade, principalmente sobre investimentos. Então comecei a partir do simples: o que eu poderia fazer para diminuir meus gastos mensais?

Uma coisa importante que aprendi e levei em conta ao me planejar foi que qualquer R$1,00 economizado já valia a pena! Logo depois comecei a ver os gastos fixos e vi ali um potencial de reduzir:

TV a cabo:

Meus programas favoritos são os de canais a cabo e pensar em cortar e ficar sem vê-los parecia bem sacrificante. Só que analisando bem friamente, nós não assistíamos muito a TV. Analisamos nossos hábitos e percebemos que pagávamos muito caro para pouquíssimo tempo efetivamente assistindo TV. Eu acabava assistindo meus programas favoritos pelos apps dos canais no tablet por que eu nunca tava em casa no horário deles, só que percebi também que me forçava a assistir só por que eu já tinha pagado.

O resultado é que eu cancelei totalmente a TV e me surpreendo ao perceber que não sinto falta NENHUMA dela!

Hoje, além de ter mais tempo para o que eu acho mais importante quando tenho vontade acabo vendo os canais do Youtube ou Netflix.

Taxas de manutenção da conta no banco:

Eu já tinha ouvido falar de contas sem essa taxa, mas batia aquele medinho de ficar no modo “grátis” e acabar saindo caro no final. Só que mais uma vez fui pesquisar e descobri que de acordo com as regras estabelecidas pelo Banco Central, as instituições bancárias são obrigadas a oferecer aos clientes da conta de serviços básicos de quatro saques mensais, duas transferências entre contas do mesmo banco, dois extratos do mês anterior, um extrato anual, dez folhas de cheque (se o correntista preencher os pré-requisitos exigidos pelo banco), acesso ao internet banking, cartão de débito e uma segunda via do mesmo (exceto para solicitações decorrentes de perda, roubo, furto e danificação).

Depois fui ver pelo app do banco se eu excedia os serviços e básicos e descobri que eu e meu marido em um ano nunca  excedemos! E pela internet mesmo consegui fazer a mudança bem rápido e fácil.

Planos de celular e internet:

Também fui conferir certinho o que estava incluso no meu plano e fui dar uma olhada no meu consumo. O que descobri mais uma vez? Não usava metade! Liguei na operadora e alterei meu plano para um mais básico e claro, mais barato.

O marido entrou na dança e acabou cancelando o plano de internet do tablet.

Agora, ao fazer uma continha básica em seis meses eu economizei mais de R$1.300,00!

E não está sendo sacrifício nenhum ficar sem TV a cabo, com um plano mais básico do celular e do banco, afinal eu já não usava mesmo.

Para o ano que vem, o que pretendo fazer é não comprar comida pronta. Com a correria do dia a gente acaba comendo muito fora em restaurante no almoço ou janta no meio da semana, costume que quero mudar para o ano que vem.

Outra coisa que quero muito fazer é uma horta. Já comprei uns vasinhos, só falta o ponta pé inicial pra começar e economizar com temperinhos e saladas.

Espero que se inspirem!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *